Comportamento

Não Pode e Não deve

19:15

Já se sentiu como se estivesse em uma prisão? Pois bem, quando você faz qualquer coisa ou tem uma opinião diferente da sociedade sempre te olham com cara feia e te colocam um rótulo da pior espécie possível, nada mais encarcerador do que a prisão do pensamento e da opinião! De antemão, aviso, que para escrever esse texto fui mais extremista que o comum, mas tive que ser assim porque eu transmito a realidade, mesmo que esta doa um pouco. Lembre-se: aqui escrevo minha opinião, caso tenham opiniões diferentes podem escrevê-las aqui também. 
Queria saber quem foi o infeliz que criou a regra de que mulher não podem usar roupa curta, não deve xingar, não pode ter amigos homens, não deve beber, não pode ter opinião própria, parece que a mulher perfeita deveria ser um robô, para fazer tudo o que os homens querem, estar sempre linda, não ter sentimentos e sempre sorrir e falar sim para tudo. O pior dessa realidade é que se você faz algo que não condiz com o que é “certo” leva um rótulo ridículo, de pessoas que nem te conhecem direito para dizer se você é realmente isso, e normalmente quem te rotula são outras mulheres. Vou citar aqui alguns exemplos: se você posta em alguma rede social uma foto de biquíni ou vestido curto, ou tem vários amigos homens e bonitos, ou sai com vários caras, é chamada de puta, piriguete, entre outros nomes bem piores; quando está gordinha, ai já vem os malditos rótulos: gorda, esta infeliz por isso está gorda, gente, gorda tem que ser simpática e engraçada; se você não gosta de usar maquiagem, sapato de salto alto, vestido, ai já é chamada de Maria Macho; se lê livro de autoajuda, ai lá vem o rótulo de “não sabe se virar sozinha”, tem que ler algum livro para conseguir fazer alguma coisa na vida. Não sei quanto a vocês, mas isso me irrita, parece que pessoas que pensam assim só podem viver em outro mundo, para ser mais sincera, às vezes sinto que no futuro vamos viver em uma sociedade como aquelas comunidades do filme: “O doador de memórias”, onde aquele que é diferente ou tem opinião que destoa da maioria, é assassinado como se fosse a coisa mais normal do mundo. Acho que não tem problema em ter sua opinião, mas pelo menos tente conhecer as pessoas antes de julgar e colocar rótulos que não condizem com a pessoa.
Interessante é que, as mesmas pessoas que ficam rotulando, são as que fazem as malditas fofoquinhas, para mim, fofoca nada mais é que uma suposição de algumas coisas que talvez aconteceram, eu já sofri varias fofocas e uma delas até custou meu emprego, mas vou explicar o porquê da minha demissão dessa empresa por motivo de fofoca: “Fazia duas semanas que eu tinha começado a trabalhar no departamento pessoal de uma empresa de grande porte, lá havia a regra de não ser permitido relacionamentos entre funcionários, como eu era nova, tinha feito amizade com poucas pessoas e a maioria eram homens, na hora que estava saindo do meu setor, um dos rapazes que eu tinha amizade falou que morava perto de mim e ofereceu uma carona, mas ele perguntou se me importava de subir até a sala dele que iria pegar as coisas dele, eu não vi problema nenhum e fui com ele até a sala, quando estávamos saindo encontrei uma menina que trabalhava no mesmo setor que eu, fomos conversando nós três até o estacionamento onde ela foi para um lado e eu e ele fomos em direção ao carro, no dia seguinte, assim que cheguei, meu encarregado me chamou na sala dele e falou que teria que me dispensar porque além de várias fofocas ao meu respeito foram falar para ele que eu estava tendo um relacionamento com esse funcionário, e me viram entrar no carro dele no dia anterior”. Vocês perceberam que, às vezes falam tantas coisas  baseadas em suposições, que nem tentam ver se foi o que realmente aconteceu,  esquecem de que essa merda de diz que me disse acaba prejudicando alguma pessoa. Quer contar alguma historia, por favor, veja se o que você está falando é verdade, verifique os fatos antes de falar, caso ao contrario: CALE A BOCA!!!
Para terminar esse texto, gostaria de esclarecer que ele foi mais uma critica, pois estou cansada de gente me criticando, falando um monte de merda, tirando conclusões precipitadas, me chamando de coisas que eu não sou e revirando os olhos quando me vê, sendo que nunca trocou uma única palavra comigo. Um único conselho que dou para pessoas que fazem esse tipo de coisas sem conhecer as pessoas, saia do seu mundinho e vai falar com outros antes de rotulá-los, afinal ninguém nessa vida é perfeito, e pessoas diferentes podem ser mais interessantes do que o grupinho de amigos que você vive. Como um amigo meu disse uma vez: “O legal em conhecer pessoas novas, é que elas pensam diferente dos seus amigos e cada um tem suas histórias que as fazem agir e pensar diferente do comum”. E para quem escuta muitas criticas de como deve agir ou se vestir, vou dar um conselho: “se você paga suas contas e está feliz com você mesma, não existem motivos para dar satisfação da tua vida para ninguém, afinal se começar a se importar com que todo mundo diz, vai acabar ficando maluca”.

Você também pode gostar

0 comentários