Comportamento

Os dilemas sobre o assunto sexo

15:57

Será que ainda tem preconceito sobre o assunto sexo, que envolve a orientação e escolha sexual de cada um? Infelizmente a resposta é sim, existe muito preconceito.
Estava vendo alguns vídeos de Youtubers que falava do assunto sexo, a maioria era evangélico. Mas teve dois, que chamaram muito a minha atenção, pois eles tratavam deste assunto de um jeito tão problemático e hipócrita, que eu fiquei pensando “Meu Deus, ainda existi gente que pensa deste jeito”, e o que me deixava mais chocada era quem falava aquelas
coisas era mulheres, e as coisas que mais me chocaram foi a forma que elas falavam, parecia que a mulher veio para o mundo com o objetivo de ser um objeto sexual e reprodutor, e não podia saber o que lhe dar prazer, pois se soubesse iria tirar a graça do homem de tentar dar prazer para ela.
Antes que venham falando que eu sou contra alguma religião, já vou deixando claro que cada um sabe o que te faz se sentir bem e em paz, e religião muitas vezes serve para isso usando as palavras de Deus, e não existe nenhuma religião certa ou errada, como já disse aqui no blog.
Voltando ao assunto a mulher tem que saber o que lhe do prazer, saber com o que ela se sente bem, e acho que Deus não fez a mulher com objetivo de ser um objeto para satisfazer o homem. Agora vem falar que sexo antes do casamento é um pecado, só depois é certo porque ela tem que reproduzir, acho que isso hipócrita porque se transar antes é pecado, mas se fizer o mesmo ato depois por causa de uma cerimonia com o motivo de se reproduzir ai não se torna um pecado e até muda o nome porque não é mais sexo agora é “amor”. Eu tenho uma amiga que com o namorado (agora marido) eles fizeram um acordo que sexo seria só depois do casamento, mas tem seus detalhes: ela nunca falou que era por causa da religião, sempre deixou bem claro que foi por uma escolha dos dois; nenhum deles era virgem pelo ao contrario os dois  já tiveram relacionamentos anteriores, então foi uma escolha deles e não colocaram motivos nenhum para querer isso, simplesmente foi uma opção deles. Isso eu não acho errado, pois foi uma escolha deles sem colocar nenhuma desculpa besta, porque é como eles queriam que fosse o relacionamento deles.
Outra coisa que me incomoda muito é este preconceito pela opção sexual das pessoas. Qual o problema do cara se sentir atraído por outro homem, uma mulher gostar de outra mulher, ou uma pessoa gostar tanto de homens como de mulheres? Se a pessoa se sente bem assim é uma escolha dela, e não temos que ficar julgando afinal essas pessoas não vai ser menos profissional, ter um caráter duvidoso, por ter feito uma escolha diferente do que a sociedade julga ser certo. E isso serve também para uma pessoa gosta de se vestir com roupas diferentes do que a sociedade julga ser o normal.


O que não me canso de repetir, independente das escolhas que as pessoas fazem tem que ter respeito, ninguém e errado por escolher uma coisa que o outro julga ser errado, têm que aprender a ter respeito por qualquer pessoa independente das escolhas que ela fez na própria vida, o errado é quando uma pessoa faz algo que prejudique a vida do outro por qualquer motivo, não existe motivo para prejudicar os outros e não existe motivo para tirar a vida do outro. Temos que aprender que o diferente é belo, e ninguém é dono da razão. Sei que existe vários outros tópicos quando entramos neste assunto, mas o que me incomoda mais são esses que eu acabei de falar, não temos moral para julgar os outros pelas escolhas que cada um faz.

Você também pode gostar

0 comentários