Comportamento

A realidade ser blogueira - Parte 2

18:31

Para algumas pessoas que acham que a vida de blogueira é só ganhar presentes das empresas, dinheiro fácil sem precisar de muitos investimentos, entre outras coisas. Então hoje vamos conversar melhor sobre esse assunto, para quem não lembra já falei sobre esse assunto aqui no blog, só vou ser mais detalhista e reclamar menos.

No domingo da Beauty Fair, estava no shopping com minha mãe vendo algumas roupas, então escutei uma menina pegar e falar “eu queria ter um blog e poder receber produtos das empresas e em troca só tenho que tirar foto no Instagram e divulgar”, por instinto peguei e falei bem baixinho “o difícil não é criar um blog, a dificuldade está em manter o blog”. Naquele mesmo dia estava conversando com a Di Monteiro do blog É Tudo Vaidade, e por uma coincidência ela fez a mesma reclamação de muitos acharem que é fácil ter blog ou que ser blogueira significa ser pedinte, pois tem gente que não entende que principalmente as blogueiras que fala sobre beleza vê aqueles produtos como material de trabalho delas e fica sendo uma batalha para conseguir esse material. Então vamos ser mais realista de como é vida de uma blogueira que não é famosa e sendo pequena nesse mundo.

Começar é fácil o difícil é continuar ativo:
Acho que já comentei com vocês que esse é o terceiro blog, os dois primeiro não passou de meses. Quando temos uma ideia inicial de criar um blog e de falar sobre um assunto (no meu caso os dois anteriores era de relacionamentos fracassados), não temos ideia ou noção que sempre tem que ter conteúdo novo, mas a criatividade parece que desaparece chegando ao ponte de desistir. Resumindo você tem que ficar trabalhando 24 horas em função do blog, desde pesquisas para fazer seus textos até a divulgação dele e estar sempre ligada nas redes sociais.

Para você crescer sua vergonha tem que acabar:
Quando está no comecinho é totalmente normal ter muita vergonha, eu por exemplo, só mostrava para um amigo que me incentivou a criar o blog. Mas percebi que para crescer e ser vista por outras pessoas eu tinha que colocar a “cara no sol”, mostrando aquilo que amava fazer só que nas escondidas.

Uma hora você vai ter que investir dinheiro e deixar mais profissional:
Agora chegou na parte que as pessoas só entende quando é na pratica, apesar de que quando começa não precisa investir dinheiro nenhum, pois dá para você ter um espaço para seu blog gratuitamente, mas ao mesmo tempo você percebe que as pessoas dão mais valor naquilo que é mais profissional. Começa a começa a gastar dinheiro com o domínio para poder deixar de lado aquele blogspot, wordpress ou Wix no endereço do seu blog e começar ter o nome.com. Além de que se você não souber mexer com HTML (como no meu caso), vai ter que pagar para alguém fazer isso e tomando muito cuidado para não deixar o login de algumas coisas na mão da pessoa e ela sumir (isso já aconteceu comigo) e tem a manutenção de quando ele dá algum bug e o blog pode sair fora do ar no nada, parecendo bebê que você que tem que ficar de olho o tempo todo.

Se você optou em ir para o lado da beleza, as feiras desse universo vai ser suas melhores amigas.
Lembra de quando falei em material de trabalho? Como você acha que elas consegue? Essas feiras são os lugares que elas vão mostrar seu trabalho para as empresas e pegar seu material, afinal ninguém está com dinheiro sobrando para comprar diversos produtos pro cabelo, corpo e maquiagem só para testar, então o melhor jeito é ir direto na fonte sendo nos dias que eles querem mostrar os produtos novos. Apesar de muitas empresas tratarem as blogueiras bem, pois sabe que é tipo a publicidade com menor curtos e com mais eficiência, pois é o boca a boca, tem muitas empresas que ainda trata as blogueiras de maneira rude achando que são pedinte, mas na verdade elas só estão correndo atrás do material de trabalho delas.

Tenha compromisso com o seu público:
Sei que vocês vão me criticar porque já faz um tempo que não escrevo o Quartas de beleza, mas eu vou voltar com ele em breve (se não aparecer mais nenhum problema pra minha cabeça)
Voltando ao assunto, quando começamos a postar toda semana e sabemos que tem alguém lendo, temos que entender o compromisso que criamos com o público, pois ele vai estar esperando naquele dia da semana e no horário certo um conteúdo novo, se você começar a dar furos vai acabar perdendo leitores.

Não leve todas as críticas tão a sério:
Já escutei tanta critica com assuntos polêmicos como alguns textos feministas ou quando chuto o balde e falo um monte de coisa que esta engasgada já faz muito tempo, que aprendi a ignorar alguns comentários. Tem pessoas que não sabe o limite de expressar sua opinião e começar a ofender os outros, então chega uma hora que você olha para alguns comentários e só pensa em ignorar os comentários chatos e dar valor para os elogios.


Para finalizar quero dizer que apesar de ter muitos obstáculos parar crescer nesse universos de blogs e canais no Youtube, se a pessoa realmente gosta de falar sobre determinado assunto e sente prazer nisso, com certeza ela vai dar algum jeito de fazer isso dar certo e virar sua profissão. Mas tem que entender que é um trabalho lento e tem que se dedicar, afinal como eu disse no texto anterior, para chegar no nível de algumas blogueiras famosas primeiro vai ter que batalhar muito, pois tem que construir sua marca e quem sabe no futuro você ter a oportunidade de ganhar dinheiro fazendo o que realmente gosta. 

Você também pode gostar

0 comentários