Comportamento

Com quantos homens uma mulher pode transar?

20:41

Você já escutou a frase “mulher é igual cozinha de restaurante, se você entra para conhecer, acaba não comendo mais lá”? Vocês não acham um absurdo comparar o corpo de uma mulher com a cozinha de um restaurante, sendo a tradução dessa frase “se você descobre com quantos caras ela já transou, acaba não querendo mais ficar com ela”.

Estava escutando dois homens conversando no ônibus sobre com quem cada um estava saindo, foi quando um deles soltou esse maldito comentário. Na hora fiquei achando aquilo um absurdo, pois em primeiro lugar não deve ser vergonha nenhuma a mulher ter outras relação sexuais antes de conhecer o cara certo, afinal como ela vai descobrir o que gosta e o que não gosta na cama sendo que não experimentou nada disso, não dá para saber o que gosta e o que não gosta sem nem ter experimentado. É igual a comida, você não vai saber se gosta de alguma comida sem nem ter colocado na boca, o sexo é a mesma coisa, não dá para saber se algo vai te dar prazer se você não fizer aquilo, afinal de contas nem todas as reações dos atores nos filmes pornô são verdadeiras.

Não consigo entender essa cultura de que a mulher não pode falar a verdade de quantos parceiros sexuais ela já teve, sempre ter que mentir para não ser considerada “puta”. Vamos para um raciocínio logico, mulher não tem que ter cota de quantos parceiros sexuais ela deve ter durante a vida toda, afinal o corpo é dela e se sentiu vontade de ir para cama com alguém e foi recíproco, porque tem que ter vergonha disso? Porque ela tem que ter medo de falar das experiências que teve em outros relacionamentos ou quando estava solteira? Vamos para a realidade que muitos homens vão ter que começar a aceitar: não existe esse negócio de a mulher ser virgem e automaticamente ela faz performances igual de uma atriz pornô e já sabe o que realmente te dar prazer. Se ela não experimentou, não vai saber.

Acho que está na hora dos homens em geral ter um ego mais forte, aceitando que para ser o primeiro na vida de uma mulher vai ter que chegar bem antes na vida dela, afinal não estamos mais com paciência de esperar pelo príncipe encantado que vai nos ensinar tudo. Sinceramente vocês deviam se sentir privilegiados com o fato de uma mulher estar querendo que você tenha esse momento de prazer com ela, parar com essa mania de ficar pensando com quantos caras ela transou e se todos foi da mesma forma que ela est transando com você, pois com cada um vai ser diferente, tem alguns que vai ter uma ligação mais forte entre os dois ao ponto de não precisar falar nada um para ou outro, pois o instinto vai falar mais alto, como vai ter outros que vamos ter que agir como flanelinhas e falar o que dá prazer e o que não dá. Então curta esse momento de prazer com ela, se for bom para os dois continue e se não for bom cada segue seu caminho.


Para finalizar, acho que devemos deixar de lado essa história “a mulher tem que ter até um determinado número de parceiros sexuais, caso ao contraio ela não presta”, como também devemos deixar de lado essa vergonha maldita de falar o que gosta de fazer na hora do sexo ou as experiências que teve. Se a mulher foi com um número x de pessoas para a cama, foi porque ela quis ou se experimentou alguma coisa diferente do que a sociedade julga perfeita, foi porque ela sentiu vontade de experimentar algo novo. Entenda de uma vez por todas o corpo e o útero é dá mulher, sendo que ela pode fazer o que bem entender com o corpo dela e ninguém pode julgar, afinal não tem nada de errado a mulher ter suas próprias aventuras sexuais, o errado é se achar dono do corpo de uma mulher ao ponto ficar julgando o que ela fez ou deixou de fazer é certo ou errado. 

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:

2 comentários

  1. Adorei o teu post.
    Eu sempre achei isso errado, porque uma mulher teria que ter regras e uma tabelinha se os homens são livres? Ta na hora de as mulheres quebrarem esse tabu e falarem mesmo, se o homem ta com nojinho, ta achando indecente, ele que vá a merd@....

    Carol Justo | pink is not rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, as mulheres tem o direto de fazer o que bem entender com a vida sexual dela. Acho errado sentimos vergonha de falar de sexo e comentar sobre nossas experiencias, afinal se vivemos em uma época que lutamos pelo direito de poder nos expressar e falar o que pensamos. Porque ainda temos que ficar com vergonha quando o assunto é sexo?
      Bjos.

      Excluir