Comportamento

Desculpa, mas não sou a mulher perfeita

17:32


Quantas vezes fazemos o possível e o impossível para chegar a um padrão de mulher perfeita? Afinal desde crianças aprendemos que mulheres perfeitas são aquelas com um corpo de modelo, delicas, com o emprego perfeito, inteligente e (atualmente coloca na lista de mulher perfeita) parecer uma modelo tirando foto. Essa não sou eu.

Esse texto é mais um desabafo de algo que me incomodando muito, principalmente nos dias de hoje, o fato de quererem que seguimos um padrão de mulheres perfeitas. Na verdade isso me irrita muito, pois eu não chego nem perto desse padrão e quando falo que estou bem com quem sou hoje, sinto aquele olha de pessoas me medindo com aquele pensamento “mas você poderia se cuidar mais ou melhorar em algumas coisas”.  Será mesmo?

A primeira coisa que me irrita é quando ficam medindo de cima a baixo, julgando a minha aparência, pois é não tenho um corpo de modelo. O meu corpo na verdade fica bem longe do padrão magra modelo, pois eu tenho sim: gordurinha extra, culote, pernas grossas e quadril grande, além de ter celulite, estrias, marcas de alergias. Mas não tenho vergonha e nem vontade de arrumar tudo isso, afinal se eu fosse levar em conta todas as críticas que escuto desde que me conheço por gente, estaria em alguma das duas situações: falida financeiramente e cheia de dividas, ou morta por passar por tantas cirurgias para atender a todas críticas que já escutei. Eu não tenho nenhum problema com o meu corpo, pois aceito ele do jeito que ele é, entendo que tudo na vida tem suas consequências, principalmente na parte física.

Mas logico que tem a parte de ser um mulher delicada, isso sinto muito eu não sou e nunca fui, não sei ficar falando baixinho e jogando indiretas com a paciência da outra pessoa ter a noção de estar fazendo algo que não gosto. Sou o tipo de pessoa direta e que coloca o dedo na ferida, se tenho que falar algo, não tenho paciência de falar com muitas palavras o que está me incomodando, pelo ao contrario eu falo com todas as letras possíveis e imagináveis e um que a pessoa vai escutar e entender o que estou falando. Eu não sou barraqueira, mais aprendi que não sou obrigada a guardar para mim quando alguma pessoa está fazendo algo me incomodando e interfere diretamente na minha vida. E sou uma ogra assumida.
E sabe aquelas pessoas que NÃO gostam de fotos? Essa sou eu. Para tirar uma foto comigo é uma vendeira guerra, o máximo de foto que vou gostar de tirar é uma, só com a justificativa de lembrar de um dia ou momento. Fazer poses de revista do tipo “fingindo que não está olhando” ou “fingindo que está totalmente desprevenida”, mas na verdade você passou horas fazendo milhares de poses e tirou umas 20 fotos para só selecionar uma, isso não é para mim. Sou daquelas pessoas com a mentalidade bem antiga que prefere aproveitar ao máximo aquele momento e que gosta de tirar uma foto para guardar de recordação, ai depois deixa tudo de lado e vai curti a vida à vontade.
A parte do emprego e ser inteligente são duas coisas relativas, pois ninguém sabe de tudo, você pode se especializar em uma determinada área e estudar para saber mais sobre o assunto. As pessoas inteligentes são as que se esforça para aprender algo e sabe sair de alguma situação sem precisar ficar dependente do outro. Consequentemente isso vai para o emprego perfeito, ele só existe se você se sente bem no lugar em que trabalha e faz o que realmente gosta, o salário bom vem como consequência do que você está fazendo.

Como disse desde o começo não sou nenhuma mulher perfeita, tenho milhares de defeitos como qualquer outra, mas diferente da maioria que tenta se enquadrar em um padrão e ajustar todos os seu defeitos para ficar sem nenhum, eu simplesmente aceito os meus defeitos e tento fazer dele o meu diferencial. Sou feliz com quem eu realmente sou e com todas as coisas boas e ruins, só que não me abalo com as críticas dos outros, pois sei que diferente dos outros que prefere ficar se enquadrando, é o jeito que resolvi viver minha vida sem dar muita atenção para opinião alheia. Então se você vai ficar questionando e criticando os outros primeiro, se olha no espelho e veja os seus próprios defeitos, ao invés de ficar escondendo e criticando os dos outros.

Você também pode gostar

0 comentários