Cinemix

Vingadores: Guerra Infinita

16:41



Lembra que falei que uma pessoa iria ficar responsável pela parte de filme aqui no Solteira e Feliz, pois hoje vou apresentar o Wemerson F. Sarmento. Ele é uma pessoa muito querida, mas isso vou contar depois com mais detalhes, como disse “quem segue no Instagram já sabe mais ou menos o que estou falando”. Sei que vai parecer que estou entregando o Solteira e Feliz para alguém, mas vamos combinar que não sou boa em escrever sobre filmes (acabo contando o final do filme). Vamos parar de tagarelar e vamos para o texto do Wemerson F. Sarmento.

Eu assisti ao filme tão esperado Vingadores: Guerra Infinita, mas olhando pelo o mais esperado filme da Marvel é bom, algumas pessoas acharam fantástico, porem para alguns deixou a desejar. Vale lembrar que esse filme praticamente juntou a maioria dos filmes da Marvel em um só, então para entender toda historia tem que assistir desde o primeiro filme do Capitão America.

Uma das principais critica que tenho sobre o filme, teve personagens que foram poucos explorados e subestimados, um deles é o Hulk, como pode um personagem tão poderoso e com uma força que nem pode ser calculada, foi derrotado logo no início do filme de uma maneira fácil e rápida, pois tem que ser lembrado que quanto mais bravo ele fica mais forte ele se torna. Outro personagem que participou de uma boa parte do filme e tem poderes fantásticos, mas foi tão mal explorado é o Doutor Estranho, um personagem que tem poderes capaz de controlar o tempo e abrir um portal, na hora que precisa que ele faça isso, ele simplesmente não faz.

Outro ponto a ressaltar é que não exploraram o desentendimento entre o Homem de Ferro e o Capitão America no filme anterior (Capitão America: Guerra Civil). Parece que o filme só serviu para justificar novos personagens e explicar a ausência de alguns personagens.
Existe uma coisa que me incomoda e sempre acho que já chegou à hora de mudarem é esse excesso de piadinhas e cenas cômicas sem um contexto que o justifique, tipo, o mundo esta um caos com um cara que esta cada vez mais poderoso com parte das jóias do infinito, nem assim eu vi o medo real na face dos personagens, o horror. O Thor perdeu o irmão e ainda ele não foi capaz de proteger o povo dele, mas isso não o deixou traumatizado, acho que eles tem que colocar mais seriedade, trabalhar mais o psicológico dos personagens, isso vale tanto para DC quanto para Marvel.

Enfim acho que deveriam explorar sentimentos e comportamentos reais que uma pessoa iria ter de verdade em situações do tipo, eu sei que estamos falando aqui do filme Vingadores: Guerra Infinita, mas não posso deixar de lembrar que a proposta da DC era entregar isso no Esquadrão Suicida, mas vimos bem o que foi entrego no fim para a decepção de todos, o trailer acabou sendo melhor que o filme (Esquadrão Suicida). Parece que nos trailers mostra personagens mais humanos e criando uma certa expectativa, em que o público tem uma empatia pelos personagens, mas na hora de vê o filme parece que o trailer era de um filme completamente diferente e consequentemente acabando com a expectativa que tinha quando estava vendo o trailer.

Espero a sequencia do filme preencha as lacunas que ficaram, quero ver como que vão colocar uma importância significativa para o Hulk e que não coloquem um final forçado sem nenhum contexto. Alem de explicar algumas coisas, como por exemplo, o motivo de ter uma armadura do Homem de Ferro em Wakanda, sendo que em nenhum momento ele esteve lá.
                                                                       Texto escrito por: Wemerson F. Sarmento

Você também pode gostar

3 comentários

  1. Oi,tudo bem? Sou do grupo,adorei conhecer seu blog, parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, gostou do texto sobre o filme? Acha que faltou comentar alguma coisa sobre o filme?
      Bjos

      Excluir
  2. eu li o comentario do wemerson, realmente ele tem razao, acabou que a historia em nao teve nexo..

    ResponderExcluir