Mochileiros

Centro Cultural Banco do Brasil – SP

20:36


Hoje quero falar de um lugar que tenho um carinho muito grande e uma história com ele. Afinal pode existir milhares de Centros Culturais, mas pouco são feitos dentro de um prédio que era uma agencia bancaria de 1923.

Para começar a falar sobre o Centro Cultural Banco do Brasil, que até suspiro ao escrever sobre ele, tenho que revelar umas coisas para vocês: uma das melhores coisas do CCBB é a arquitetura, pois uma coisa é entrar em algum centro cultural que só tem exposição, teatro, cinema entre outras coisas, agora ir para um lugar que o prédio em si já é uma exposição e ter vários detalhes que era da antiga agencia do Banco do Brasil é uma experiência totalmente diferente, mas isso vou falar com mais detalhes durante o texto.


A primeira coisa que você percebe assim que chega no CCBB é o prédio em si, parece que entrou em um túnel do tempo, pois eles tentam deixar a fachada igual ao que era. No térreo tem mais essa sensação, apesar de terem mudando bastante coisa no interior durante os anos, mas poderá ter uma noção de como era o CCBB inicialmente, pois no segundo andar tem uma maquete do prédio em si.

Se você for para alguma exposição especifica siga as instruções das recepcionistas ou agende antes uma visita monitorada com os educadores que provavelmente eles vão contar de tudo sobre a exposição e algumas coisas do prédio (eu sei disso por ver algumas vezes o treinamento deles para essas visita). Mas caso seja para conhecer o prédio comece pelo subsolo, pois no local que é a sala de exposição era um cofre, lá ainda tem as portas do cofre da agencia Banco do Brasil daquela época.  


Voltando para o térreo lá tem um café com muitas coisas gostosas e uma lojinha com diversos livros, acessórios sobre a exposição que está acontecendo. Eu sempre gostei daquela lojinha e as meninas sempre são um amor. No mezanino, normalmente acontece algumas atividades com os educadores, mas quando não tem nada, eles deixam alguns puffs para você poder descansar, provavelmente entre o térreo e mezanino você verá o elevador gaiolinha (morro de medo desse elevador), sendo outra coisa que eles preservam e por incrível que pareça ele ainda funciona.

No primeiro andar normalmente tem alguma coisa sobre a exposição, mas a maioria das vezes tem alguma atração no cinema de lá (que não é caro, mas só tem festivais) e tem o auditório também.

No segundo, terceiro e no quarto andar tem a sala de exposição, sendo que cada andar vai ter uma coisa diferente que vou contando aos poucos. No segundo andar tem uma sala de exposição e logico que você lembra da maquete que te falei, ela fica em frente a sala dos educadores.

Agora no terceiro andar é a melhor parte, pois tem uma sala de exposição e o teatro, mas se você quiser pode almoçar no bistrô, fica na frente do teatro. Lembra que eu falei que muitas coisas da agencia continua lá e te faz viajar no tempo, então quando você olhar para o teto verá um vitral, que muitas pessoas não sabe, mas a maior parte da luz que sai do vitral vem de um espaço no quarto andar.


Antes de chegar no quarto e último andar, tenho que contar para vocês o motivo de gostar tanto do CCBB e ser um lugar que guardo muito carinho. Quantos de vocês lembra do seu primeiro emprego? Sim, o meu primeiro emprego foi um estágio no Banco do Brasil, trabalhava na parte da Administração predial do CCBB, e o que muitos de vocês não sabem (e se alguma das pessoas que trabalharam comigo estiverem lendo esse texto vão querer me matar), a melhor parte do prédio é a cúpula, mas não é aberto a visitas, você tem a vista da Rua da Quitanda com a Álvares Penteado, além do teto ser feito todo de madeira.

No quarto andar tem somente uma sala de exposição, não é muita coisa, pois lá funcionava somente a área administrativa do prédio, mas atualmente tem o acesso ao público somente para a sala de exposição.  A parte do vitral que se olharem pelo vidro verá que tem uma claraboia bem em cima do vitral para ter esse efeito de luz natural.

Como sempre falei demais e esqueci do principal o endereço e horário de funcionamento:
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 - Centro - São Paulo-SP.
Horário de Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21 horas
Para mais informações tem o site: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/sao-paulo/

Para quem nunca foi no CCBB de SP e acha que vai ser um tédio e cheio de coisa chata, dá uma segunda chance que você não se arrepender. Fico por aqui com mais um texto do quadro Mochileiros até a próxima quarta-feira com mais um lugar para conhecemos.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:

0 comentários